Leituras e mais leituras

Acabei de ler “Recordações do Escrivão Isaías Caminha”, de Lima Barreto. O livro foi escrito há 100 anos e mesmo assim, vi o hoje nessa leitura. 
Meio triste, mas denunciador da hipocrisia, dos jeitinhos, do preconceito, dos interesses escusos. Gostei do livro e gostei de Lima Barreto. 
Não havia me interessado antes por esses clássicos da Literatura Brasileira, mas como amante das palavras, não pude fugir desse tipo de leitura, o que ajudou-me a sair um pouco da fissura por teologia para outras viagens. Porém, em se tratando de pessoas contando histórias e histórias de pessoas, volto sempre à Teologia, ou nunca saio dela…
Bem, acho mesmo que não vou gostar é do Nelson Rodrigues. Melhor eu dizer isso (ou não) depois que lê-lo, minha opinião agora é puro pré-conceito… (rs).