Dois irmãos, mesma criação

Vendo o noticiário sobre um assalto à mão armada: o bandido intercepta um motoqueiro numa avenida e rouba sua moto. Um policial assiste o ocorrido e atira no bandido que vai ferido pro hospital.
Gui, indignado: “Pra que isso? Ele já tinha levado a moto, não feriu ninguém…”
Gu, irado: “Ah! Eu se visse um bandido correndo atirava pra matar!”
O pai, tentando amenizar: “Que isso filho, às vezes as pessoas se arrependem dos seus erros…” e sem terminar a frase, Gu já interrompe e diz: “Pai, é melhor matar um do que esse um matar mil!”

Uma ideia sobre “Dois irmãos, mesma criação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *