“O seu cachorro faz na rua o que você tem na cabeça”

É, eu também achei o título desta postagem bem agressivo, mas tento expressar a indignação que sinto ao caminhar pelas ruas do meu bairro e bairros adjacentes. Um ambiente super urbano e residencial, muitos apartamentos, mais até do que casas e muitos cachorros de estimação com donos que demonstram gritando ser egoístas e mal-educados com suas atitudes.
Tem fezes de cachorro a cada 3 passos! Fezes “frescas” e secas, grandes e pequenas, moles e consistentes, claras e escuras, com ou sem “pedacinhos”… ai que ânsia de vômito! É nojento! Eu e meus filhos caminhando pelas ruas já viramos experts em percebê-las, isso é muito tosco! mas o que fazer, é real…
Detalhe que nos bairros a que me refiro, a maioria de seus moradores, tem “boas” condições de vida e o mínimo de informação, inclusive de higiene.
Eu estou realmente muito revoltada com isso e não sei o que fazer para melhorar essa situação… já pensei em sair, principalmente de manhã e à noite – horário em que os vilões saem com seus inocentes bichinhos – para filmar essas atitudes, o cachorro faz cocô na calçada/rua e seu dono sai com ele como se nada tivesse acontecido… ai que absurdo! Sei lá, depois é só montar um vídeo legal e enviar pra um Jornal que divulgue. Pessoal de Comunicação que se interessar em me ajudar, eu aceito, isso tem que mudar!
Bem, registrado está, em rede mundial, minha indignação contra esse tipo de atitude. Consciência coletiva pessoal!